terça-feira, 4 de agosto de 2009

"Honduras não ao Golpe"

Enquanto isso em Honduras , segue funcionando um governo que chegou ao poder através de um golpe militar , e parece que a preocupação pelo fato já diminuiu entre os paises da área e tambem pelo governo dos Estados Unidos , vale lembrar que independente das questões ideológicas latentes , e depois de tantos anos tentando organizar as frágeis democracias latino-americanas, nós não podemos tolerar que as questões políticas se resolvam pelas armas e pelo medo, pois hoje foi la neste pequeno e distante país , mais amanhã pode ser aqui em nossa casa. Por isso é importante que nós nos manifestemos contrários as arbitrariedades , e pressionemos através dos meios de comunicação que seja reestabelecido a ordem constitucional, em Honduras e a vontade popular daquela nação que deu um mandato eletivo ao hoje deposto presidente Miguel Zelaya, para que assim não sejamos passivos ou cumplices de algo que poderá ser corriqueiro no nosso continente.
Por isso nossa manifestação é importante . . .Pense nisso!!

Um comentário:

Fred-Curitiba disse...

Nos tempos atuais não devemos nos dar à inocência de aceitar um golpe contra um Estado democrático de Direito. Em Honduras o exército transvestido de terno e gravata quer impor, aliado a setores conservadores da politica hondurenha e internacional, uma nova faceta de ditadura. O progressismo está com pleno vigor na America Latina e como diria o ditado popular quem te c... tem medo e treme... ZELAYA---YA

Visitas

FEEDJIT Live Traffic Feed